Weby shortcut
topo.jpg

Política Editorial

Atualizado em 19/11/14 09:35.

Política Editorial: Coleção Lavor.

 

Entre o trabalho da escrita e o prazer da leitura: a Coleção Lavor e a produção de conhecimento no Campus Catalão

Nas sociedades letradas, o modo frequentemente utilizado para o registro do conhecimento produzido, seja em meio acadêmico ou não, reside na sua fixação em um veículo material, por meio da escrita. Assim, para tornar perene um enunciado e veicular um saber, produzem-se textos escritos que, uma vez colocados em circulação, tornam acessíveis as informações neles constantes para além das suas circunstâncias primeiras de produção. Assim, a escrita se estabelece como uma tecnologia, ou seja, uma técnica para tornar o discurso verbal um tanto independente das habilidades da memória, ou um meio de favorecer a manutenção desta última.

Como repositórios da cultura letrada e do ofício de escrever, os livros são objetos primordiais de divulgação e circulação de conhecimento. É pelo surgimento da imprensa e da inovação que esta representou em termos de barateamento das obras que se encontra marcada definitivamente a supremacia do uso de material escrito impresso e a sua irreversibilidade para o melhor funcionamento das sociedades humanas. Em seu contexto de surgimento, o livro impresso – que poderia ser “carregado” – foi considerado o meio mais rápido de fazer circular a informação. Pela impressão, poderiam ser produzidos em grande escala e em tamanho menor, em contraposição aos pesados volumes manuscritos que podiam requerer até mesmo uma bancada de apoio para serem manuseados.

Abrir um livro, sentir seu peso, seu cheiro, a textura de suas páginas nas pontas dos dedos, ter os olhos sequestrados pelas cores de suas ilustrações, ser capturado pelo canto de sereia do título em sua lombada são movimentos típicos de uma coletividade que se construiu em torno da escrita... O livro, como objeto de desejo e consumo, tematiza inúmeros estudos e desperta em torno de si toda uma produção e circulação de cultura.

No contexto das universidades, como espaços primordiais de produção de conhecimento, a confecção e circulação de livros são fundamentais para que o saber atinja seus objetivos. Como produto de atividades de pesquisa, ensino e extensão universitária, livros consolidam a prática do pensamento e da inovação científica, balizas permanentes para o sentido da vida acadêmica e para os modos em que se constituem suas atividades. Ao mesmo tempo, servem para publicizar o que é produzido no ambiente acadêmico, como maneira deste se reportar à sociedade, estabelecer diálogo com seus setores e mesmo intervenções em seu funcionamento.

É com a disposição presente nessas considerações que o Departamento Editorial do Campus Catalão – DEPECAC apresenta a Coleção Lavor. Com o objetivo de estimular a divulgação de pesquisas acadêmicas dos professores desta unidade da Universidade Federal de Goiás nas diversas áreas do conhecimento, esta coleção privilegia a publicação de livros com temáticas variadas que expressem a intensidade e a abrangência das pesquisas universitárias contemporâneas e marquem a inserção do Campus Catalão no âmbito da produção científica relevante. Considerando os objetivos da Coleção, a mesma não contempla obras de apoio didático.

Como indicado na contracapa dos exemplares, o nome dado à coleção, Lavor, do latim labor, laboris, significando trabalho ou esforço “explica-se pelo sentido do trabalho implícito na escrita ou organização de uma obra, mas também pela ideia de laboratório – espaço para experimentos, sondagens, investigações, misturas.” Desse modo, as obras da Coleção Lavor expressam o produto decorrente da pesquisa entendida como trabalho intelectual, mas também material, composto pela dupla conjuntura dos processos mentais e corporais que envolvem a trajetória de um texto desde sua concepção até sua exposição como objeto manuseável, o livro, em uma vitrine de livraria ou em uma estante de biblioteca.

A coleção expressa também o esforço dos docentes do Campus Catalão em estabelecer um espaço próprio de publicação de sua produção, considerando a ambientação propícia que se desenhou para essa atividade a partir da expansão recente de seu espaço físico e de sua projeção acadêmica por meio da implantação de novos cursos e do estabelecimento de maior autonomia administrativa.

Adotando os princípios que norteiam a existência das editoras universitárias, os quais privilegiam a produção de saber relevante em detrimento da atenção à lógica de mercado, as publicações constantes nessa coleção são inteiramente financiadas institucionalmente. Com essa estratégia, propicia-se aos docentes a divulgação de seus produtos intelectuais. Adicionalmente, possibilita-se que sejam atingidas metas qualitativas e quantitativas inseridas no ambiente acadêmico por meio do estabelecimento dos índices de produtividade indicados por agências reguladoras e instituições de pesquisa cada vez mais exigentes.

A responsabilidade pela seleção das obras, inscritas por edital, está a cargo do Conselho Editorial do DEPECAC e de pareceristas ad hoc, convidados conforme as exigências temáticas dos textos submetidos. Por meio da seleção, pretende-se criar um espaço democrático de publicação baseado na qualidade reconhecida dos textos, uma vez que os mesmos são submetidos à avaliação cega por pares, na qual são apreciados a partir de sua relevância para a área de conhecimento específica.

A identidade editorial da Coleção é dada, portanto, pela seleção de textos que apresentem densidade de pesquisa e aprofundamento téorico, servindo para o avanço do campo que pretende discutir, apresentando reflexão original e inédita, produto de intenso e reconhecido labor e atividade pensante. A autoria principal dos textos submetidos ao edital deve ser de docentes efetivos do Campus Catalão, isoladamente ou em coautoria com pesquisadores e docentes dessa unidade acadêmica ou de outras instituições. Textos produtos de teses e dissertações apenas são aceitos caso tenha sido feita a adequação de sua linguagem ao escopo da coleção.

Em relação a seu projeto gráfico, a adoção de formato retangular em 16 x 22 cm (fonte adobe caslon pro, tamanho 11 e entrelinhas 15) bastante adequado para manuseio frequente e armazenagem, possibilita a produção de exemplares cuja apresentação estética em nada fica devendo à praticidade do material. Privilegiando o registro escrito, ilustrações e imagens apenas são inseridas caso sejam objeto de análise, constituindo parte do corpus de pesquisa ou a este relacionado, e como a coleção apresenta uma preocupação com um baixo custo de produção, são reproduzidas em preto e branco.

Tendo como principais estratégias de sustentação a preocupação com a identidade acadêmica do material publicado e com a seriedade das pesquisas que o antecederam, bem como a legibilidade e praticidade de seu formato, a atenção ao custo editorial condizente com as condições orçamentárias de financiamento institucional, procura-se, com essa coleção, criar e estabelecer uma política editorial plural e abrangente no Campus Catalão.

Sobretudo, é com a intenção de fortalecer a produção de conhecimento pela via da consolidação de práticas de leitura e escrita, do exercício denso da atividade autoral e da familiarização com o ambiente complexo dos processos editoriais e gráficos, que a Coleção Lavor se apresenta à comunidade acadêmica.

CONSELHO EDITORIAL

 

 

 

Listar Todas Voltar